jrbuchler@uol.com.br
Agende sua consulta, ligue(11) 5081-7216
Reduzir a quantidade de carne vermelha e processada pode reduzir o colesterol “ruim”

Um estudo descobriu que diminuir a quantidade de carne vermelha e processada na alimentação pode reduzir a quantidade de colesterol ‘ruim’ de LDL no sangue, o que também reduz o risco de desenvolver doenças cardíacas.

As carnes vermelhas e processadas são tipicamente ricas em ácidos graxos saturados, que causam um aumento no colesterol LDL. Este é o colesterol “ruim” que se acumula nas paredes dos vasos sanguíneos, onde pode causar bloqueios e aumentar a chance de um ataque cardíaco.

Os resultados, publicados na revista Food & Function, mostraram que a mudança mais significativa foi uma queda na quantidade de colesterol LDL no sangue, e aqueles com os níveis mais altos no início tiveram a maior queda. No geral, houve uma queda média no colesterol LDL de aproximadamente 10% entre os homens (que tendem a ter os maiores valores iniciais) observando a maior mudança.

Muitas pessoas com a conscientização sobre os riscos associados ao consumo de carne vermelha e processada acabam adotando dietas vegetarianas e veganas, que cortam a carne completamente. A carne é uma fonte rica de micronutrientes (vitaminas e minerais) necessários para a fabricação de células sanguíneas e, embora seja possível obter esses nutrientes com essas dietas, os resultados sugerem que aqueles que reduzem a ingestão de carne precisam garantir que sua nova dieta contenha uma grande variedade de frutas, vegetais, leguminosas e grãos integrais para fornecer esses nutrientes.

Fonte: https://www.sciencedaily.com/releases/2019/09/190930101521.html

Adicionar Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campo obrigatório *